Campanha para prevenir e reduzir o uso do tabaco entre jovens adultos LGBT

“Esta Vida Livre” campanha incentiva lésbicas, gays, bissexuais e transexuais jovens adultos, a viverem livres do tabaco

A Agencia de Administração de Alimentos e Drogas dos EUA, FDA, anunciou hoje o lançamento de uma campanha histórica de educação pública, destinada a prevenir e reduzir o uso do Tabaco entre jovens adultos LGBT (gays, lésbicas, bissexuais e transexuais) com idades entre 18-24. Dos mais de 2 milhões de jovens adultos LGBT nos EUA, mais de 800.000 fumam ocasionalmente. A campanha “Esta Vida Livre” está projetada para atingir especificamente os fumantes ocasionais ou “sociais” da comunidade LGBT para ajudar a prevenir doenças relacionadas ao tabaco e à perda de dezenas de milhares de vidas LGBT para o uso do tabaco a cada ano.

“Sabemos que o uso do tabaco entre jovens adultos LGBT neste país é quase duas vezes mais propenso do que em outros jovens adultos”, disse Mitch Zeller, J. D., diretor do Centro da FDA para Produtos do Tabaco. “Queremos que os jovens adultos LGBT de saber que não há uma quantidade segura para se fumar. Mesmo um cigarro ocasional pode ter implicações graves para a saúde e levar ao vício. ”

Fatores de contribuição para o vício

Há vários fatores que contribuem para o maior risco do uso de tabaco entre jovens adultos LGBT. O processo “de se assumir” é um fator de risco único do uso do tabaco  para jovens adultos LGBT, devido ao atual e conhecido estigma social, a discriminação e a ansiedade experimentada durante este processo. E os dados mostram que o processo “de se assumir” enfrentado pela maioria dos jovens adulto LGBT pode levar ao uso do tabaco e a consequências negativas para a saúde.

A pesquisa também indica que muitos jovens adultos LGBT podem encontrar um senso de comunidade em bares e clubes LGBT, que, por vezes, fornecem ambientes propícios ao uso do tabaco. Além disso, quando alguns influenciadores LGBT – como personalidades do YouTube, blogueiros da comunidade e outras figuras nacionalmente famosas – promovem abertamente o uso do tabaco, isso estabelece ainda mais o uso do tabaco como uma norma dentro da comunidade LGBT.

“‘Esta Vida Livre’ está desenhado para desafiar a percepção de que o uso do tabaco é uma parte necessária da cultura LGBT”, disse Richard Wolitski, Ph.D., diretor em exercício do Escritório HHS’ para o HIV/AIDS e Normas para  Doenças Infecciosas. “A campanha mostra aos jovens adultos LGBT que podem ser as pessoas que querem ser, e ainda assim viverem livres do tabaco.”

Campanha de conscientização

O processo de aceitação da identidade LGBT e “de se assumir” para seus amigos e familiares deixa muitos jovens LGBT com um profundo senso de resiliência e paixão de viver suas vidas livremente. “Esta Vida Livre” expressa essa noção através do título da campanha – “Livre para Ser, Livre de Tabaco”. A campanha também utiliza mensagens autênticas e credíveis para envolver jovens adultos LGBT, apelando aos seus ideais fundamentais, experiências de vida parecidas e interesses comuns.

“Esta Vida Livre” lança em 12 mercados nos EUA esta semana usando impressos, anúncios digitais e anúncios externos, bem como de divulgação a nível local para mostrar comportamentos e atitudes livres de tabaco dentro da comunidade LGBT. A campanha de US $ 35,7 milhões é financiada por taxas de utilização cobradas da indústria do tabaco, não pelo dinheiro do contribuinte.

A FDA na Campanha

A nova campanha é parte dos esforços contínuos da FDA para prevenir mortes e doenças causadas pelo uso do tabaco e complementará as campanhas da agencia para a formação de jovens em situação de risco. A FDA lançou a Campanha de Prevenção ao Fumo: “O Custo Real”, em fevereiro de 2014, a Campanha de Prevenção Multicultural do Tabaco: “Empire fresco”, em outubro de 2015, e a Campanha de Prevenção do Tabaco sem Fumaça: “O Custo Real”, em abril de 2016. As campanhas da FDA são baseadas na melhor ciência disponível e são avaliadas para medir a eficácia na prevenção e redução do fumo na juventude ao longo do tempo.

FDA

A FDA, Agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, protege a saúde pública, assegurando a proteção, eficácia e segurança dos medicamentos humanos e veterinários, vacinas e outros produtos biológicos para uso humano, e dispositivos médicos. A agência também é responsável pela segurança e proteção dos suprimentos de alimentos da nação, cosméticos, suplementos alimentares, produtos que emitem radiação eletrônica, e pela regulamentação de produtos do tabaco.

Publicado em: 02/05/2016 | Fonte: http://www.fda.gov/

Outras Informações

Regulamentação de medicamentos de terapia avançada... Regulamentação de medicamentos de terapia avançada Detalhes do relatório de propostas concretas para incentivar o desenvolvimento e a autorização para...
Segurança de suplementos dietéticos Notificações de segurança de suplementos dietéticos para a indústria na pré comercialização A Agência de Administração de Alimentos e Drogas dos EUA,...
Tratamento com maconha – orientações da FDA Tratamento com maconha: Perguntas & respostas da FDA 1. Como o tratamento com maconha está sendo usado por alguns membros da comunidade médica? ...

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas das agências internacionais, FDA/US e EMA/EU.

São informações úteis e pertinentes para médicos, profissionais de saúde e pacientes.

Seus dados estarão totalmente seguros conosco e você pode cancelar sua inscrição quando quiser.

Seu cadastro foi realizado com sucesso!