Recomendações para reduzir o risco de transmitir Zika vírus pelo sangue

Como medida de segurança contra o surto emergente do Zika vírus, a Agencia de Administração de Alimentos e Drogas dos EUA, FDA, emitiu hoje uma nova orientação recomendando que as pessoas que tenham ido a áreas de risco de transmitir Zika virús, adiem a doação de sangue, pois podem potencialmente ter sido expostos ao vírus, ou ter tido uma infecção por vírus Zika confirmada.

“A FDA tem responsabilidades críticas em situações de surtos e tem vindo trabalhando rapidamente e tomando medidas importantes para responder ao surto emergente do vírus Zika”, disse a Dra. Luciana Borio, cientista chefe da FDA. “Estamos emitindo esta orientação para implementação imediata, a fim de proteger o fornecimento de sangue EUA da melhor maneira.”

Embora não tenha havido nenhum relatório até à data do Zika vírus ter entrado no suprimento de sangue dos Estados Unidos, o risco de transmitir Zika virús pelo sangue é considerado provável com base na evidência científica mais atual de como o vírus Zika e vírus semelhantes (flavivírus) estão espalhados e de relatos recentes de transfusões associadas a infecções fora dos EUA.  Além disso, cerca de 4 em cada 5 das pessoas infectadas com o Zika vírus, não se tornam sintomáticos. Por estas razões, a FDA está recomendando que os estabelecimentos de sangue adiem as doações de sangue de indivíduos de acordo com a nova orientação.

Áreas de transmissão

  • Em áreas sem transmissão ativa do Zika vírus, a FDA recomenda que os doadores em risco de infecção pelo vírus Zika adiem por quatro semanas a sua doação. Os indivíduos considerados em risco incluem: aqueles que tiveram sintomas sugestivos de infecção pelo vírus Zika nas últimas quatro semanas, aqueles que tiveram contato sexual com uma pessoa que tenha viajado para, ou que residiu em, alguma área com transmissão ativa do vírus Zika durante os três meses anteriores, e aqueles que tenham viajado para áreas com transmissão ativa do vírus Zika durante as últimas quatro semanas.
  • Em áreas com transmissão do vírus Zika ativa, a FDA recomenda que o Sangue Total e os componentes do sangue para transfusão sejam obtidos de áreas dos EUA sem transmissão ativa. Os estabelecimentos de sangue podem continuar a recolher e preparar plaquetas e plasma, se um dispositivo de redução de patógenos aprovado pela FDA for usado. A orientação também recomenda aos serviços de sangue que atualizem os materiais educativos para os doadores com informações sobre sinais de vírus Zika e sintomas e que solicitem aos doadores potencialmente afetados a abster-se de doar sangue.

“Com base nas melhores evidências disponíveis, acreditamos que as novas recomendações vão ajudar a reduzir o risco de transmitir Zika em coleta de sangue e componentes sanguíneos de doadores que possam estar infectados”, disse o Dr. Peter Marks, Ph.D., diretor do Centro da FDA para Avaliação e Pesquisa Biológica.

Futuros procedimentos

Após a emissão dessas recomendações, a FDA também pretende emitir uma orientação que irá abordar medidas para adiamento de doações com relação às células humanas, tecidos, e produtos celulares e à base de tecidos (HCT/Ps), tendo em conta os recentes relatórios de transmissão sexual do vírus.

Adicionalmente para proteger o fornecimento de sangue da nação, a FDA também está priorizando o desenvolvimento de triagem de sangue e testes de diagnóstico que podem ser úteis para identificar a presença do vírus, preparando-se para avaliar a segurança e eficácia de vacinas experimentais e tratamentos que possam ser desenvolvidos e revisando tecnologia que pode ajudar a suprimir populações de mosquitos que podem transmitir o vírus.

FDA

A FDA, Agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, protege a saúde pública, assegurando a proteção, eficácia e segurança dos medicamentos humanos e veterinários, vacinas e outros produtos biológicos para uso humano, e dispositivos médicos. A agência também é responsável pela segurança e proteção dos suprimentos de alimentos da nação, cosméticos, suplementos alimentares, produtos que emitem radiação eletrônica, e pela regulamentação de produtos do tabaco.

Publicado em: 16/02/2016 | Fonte: http://www.fda.gov/

Outras Informações

Tabaco entre jovens adultos LGBT Campanha para prevenir e reduzir o uso do tabaco entre jovens adultos LGBT "Esta Vida Livre" campanha incentiva lésbicas, gays, bissexuais e transe...
Segurança de suplementos dietéticos Notificações de segurança de suplementos dietéticos para a indústria na pré comercialização A Agência de Administração de Alimentos e Drogas dos EUA,...
FDA oferece bolsa para estudos de doenças raras FDA oferece bolsa para estudos de História Natural de doenças raras A FDA oferece bolsa para estudos para pesquisa para financiar estudos de história...

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas das agências internacionais, FDA/US e EMA/EU.

São informações úteis e pertinentes para médicos, profissionais de saúde e pacientes.

Seus dados estarão totalmente seguros conosco e você pode cancelar sua inscrição quando quiser.

Seu cadastro foi realizado com sucesso!