DPOC doença pulmonar obstrutiva crônica

(anteriormente CHF 5993 da Chiesi Farmaceutici S.p.A.)

O Riarify é um medicamento usado em adultos para aliviar os sintomas da doença pulmonar obstrutiva crônica, de moderada a grave DPOC doença pulmonar obstrutiva crônica. A DPOC é uma doença de longa duração na qual as vias aéreas e os sacos aéreos dentro dos pulmões acabam por ser danificados ou bloqueados, levando  à dificuldade para respirar.

O Riarify é usado para o tratamento de manutenção (de rotina) naqueles pacientes cuja doença não é controlada adequadamente, apesar do tratamento com uma combinação de dois outros medicamentos para a DPOC, um agonista beta-2 e um corticoide inalatório.

Este medicamento é o mesmo que o Trimbow, que já foi autorizado na UE. A empresa que fabrica o Trimbow concordou que seus dados científicos fossem usados ​​para o Riarify (“consentimento informado”).

O Riarify contém como substâncias ativas a beclometasona, o formoterol e o brometo de glicopirrónio.

Como se usa o Riarify?

O Riarify está disponível como líquido dentro de um dispositivo inalador portátil. Cada inalação fornece uma dose fixa do medicamento. A dose recomendada é de duas inalações duas vezes ao dia.

A maneira de usar corretamente o inalador deve ser demonstrada aos pacientes por um médico ou outro profissional de saúde, que também deverá verificar regularmente se a técnica usada pelo paciente para inalar está correta.

O medicamento só pode ser obtido mediante receita médica. Para maiores informações sobre o uso do Riarify, consulte o folheto informativo da embalagem (bula), ou entre em contato o seu médico ou farmacêutico.

Como o Riarify funciona?

As três substâncias ativas do Riarify agem diminuindo a inflamação e mantendo as vias aéreas abertas através de vários mecanismos, permitindo assim que o paciente respire com maior facilidade.

A Beclometasona pertence a um grupo de medicamentos anti-inflamatórios conhecidos como corticoides. Ela age de maneira semelhante aos hormônios corticoides que existem naturalmente, reduzindo a atividade do sistema imune ao se ligar a receptores (alvos) em vários tipos de células imunes. Isso leva a uma redução na liberação de substâncias que estão envolvidas no processo da inflamação, como a histamina, consequentemente ajudando a manter as vias aéreas limpas e permitindo que o paciente respire mais facilmente.

O formoterol é um agonista beta-2 de ação prolongada. Ele age ligando-se a receptores conhecidos como receptores beta-2, encontrados nos músculos das vias aéreas. Quando se liga a esses receptores, ele faz com que os músculos relaxem, o que mantém as vias aéreas abertas e ajuda na respiração do paciente.

O brometo de glicopirrônio é um antagonista do receptor muscarínico. Isto significa que ele abre as vias aéreas de uma outra maneira, bloqueando os receptores muscarínicos nas células musculares dos pulmões. Como esses receptores ajudam a controlar a contração dos músculos, quando o glicopirrônio é inalado, faz com que os músculos das vias aéreas relaxem, ajudando a manter as vias aéreas abertas e permitindo que o paciente respire mais facilmente.

Que benefícios do Riarify foram demonstrados em estudos?

O Riarify tem demonstrado ser eficaz aliviando os sintomas da DPOC doença pulmonar obstrutiva crônica, em dois estudos principais, envolvendo mais de 4.000 pacientes cujos sintomas não eram controlados adequadamente com uma combinação de dois outros medicamentos para a DPOC.

No primeiro estudo, ao chegar à vigésima sexta semana, o Riarify melhorou o FEV1 dos pacientes (o volume máximo de ar que uma pessoa consegue expirar num segundo) apresentando 82 ml antes da dose e 261 ml após a dose. Isto foi mais do que os aumentos de 1 e 145 ml, respetivamente, em pacientes tratados com um medicamento contendo apenas 2 das substâncias ativas encontradas no Riarify (a beclometasona e o formoterol).

No segundo estudo, os pacientes tratados com o Riarify tiveram 20% menos exacerbações (crises agudas dos sintomas) por ano do que os pacientes tratados com tiotrópio (um antagonista dos receptores muscarínicos). Neste estudo, o Riarify também teve um efeito comparável na redução do número de exacerbações em uma combinação de tiotrópio, com beclometasona e formoterol.

Quais são os riscos associados ao Riarify?

Os efeitos colaterais com o Riarify para tratamento da DPOC doença pulmonar obstrutiva crônica, incluem candidíase oral (uma infecção fúngica da boca causada por uma levedura chamada Candida), espasmos musculares e boca seca.

Para obter a lista completa de todos os efeitos colaterais e restrições com relação ao Riarify, consulte o folheto informativo da embalagem (bula).

Por quê o Riarify foi autorizado na UE?

O Riarify é eficaz na redução da frequência das exacerbações e na melhora da função pulmonar de pacientes com DPOC. Não foram relatados problemas maiores de segurança com o Riarify, sendo que os seus efeitos colaterais são administráveis ​​e semelhantes a outros medicamentos para a DPOC doença pulmonar obstrutiva crônica. Assim sendo, a Agência Europeia de Medicamentos decidiu que os benefícios do Riarify são superiores aos seus riscos e que este podia ser autorizado para o uso na UE.

Que medidas estão sendo tomadas para garantir o uso seguro e eficaz do Riarify?

As recomendações e precauções a serem seguidas pelos profissionais de saúde e pelos pacientes para o uso seguro e eficaz do Riarify foram incluídas no resumo das características do medicamento e no folheto informativo da embalagem (bula).

Assim como com todos os medicamentos, os dados sobre o uso do Riarify são continuamente monitorados. Os efeitos colaterais relatados com o Riarify são cuidadosamente avaliados e qualquer ação necessária é tomada para proteger os pacientes.

Outras informações sobre o Riarify

O Riarify recebeu uma autorização de comercialização, válida em toda a UE, em 23 de abril de 2018.


EMA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) é uma agência descentralizada da União Europeia (UE), localizada em Londres. Ela começou a operar em 1995. A Agência é responsável pela avaliação científica, vigilância e segurança, monitoramento de medicamentos desenvolvidos por empresas farmacêuticas para uso na UE.

Publicado em: 26/04/2018 | Fonte: http://www.ema.europa.eu/

Para importar Riarify, entre em contato com a Medicsupply!


 

Outras Informações

Leucemia linfoblástica aguda de células T – Atrian... Leucemia linfoblástica aguda de células T Este é um resumo do Relatório Público Europeu de Avaliação (EPAR) sobre o Atriance. Ele explica como o Comi...
Dor durante o ato sexual – Intrarosa (prasterona)... Mulheres na pós-menopausa que têm dor durante o ato sexual A Agência de Administração de Alimentos e Drogas dos EUA, FDA, aprovou o Intrarosa (pras...
Coagulação sanguínea – Roteas (Edoxaban) Medicamento para coagulação sanguínea Este é um resumo do Relatório Público Europeu de Avaliação (EPAR), sobre o Roteas, para tratar coagulação sangu...

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas das agências internacionais, FDA/US e EMA/EU.

São informações úteis e pertinentes para médicos, profissionais de saúde e pacientes.

Seus dados estarão totalmente seguros conosco e você pode cancelar sua inscrição quando quiser.

Seu cadastro foi realizado com sucesso!